Conquistar a sensação de profundo bem-estar e plenitude na vida não depende de nenhum fator externo no ser humano. Seja de idade, classe social, profissão, nacionalidade ou seja lá o que for, sentir a liberdade em sua plenitude parte primeiro de dentro de nós. E muitas vezes, apesar de tudo aparentemente estar indo bem no nosso ambiente externo, internamente nos sentimos presos, amarrados a questões que ainda não conseguimos nos libertar.

Às vezes é preciso ter coragem para olhar de volta ao passado e rever o que ainda não foi resolvido. Isso porque apesar de guardamos maravilhosos momentos de alegria, satisfação e prazer, nosso instinto de proteção tem a tendência de orientar nossa memória com maior nitidez às situações de perigo, medo, dor e ameaça.

Entrar em contato de volta com aquilo que gostaríamos de ter esquecido, exige coragem. Porque no nosso íntimo não existe o conceito de tempo: às vezes alguns fatos aconteceram há anos, mas permanecem vivos até hoje em nossas lembranças.

Assim como uma ferida que causa dor, uma lembrança do passado que nos acorrenta precisa ser observada com carinho para receber o remédio certo.
Isso porque ignorar ou negligenciar onde dói, só aumenta mais ainda sua proporção, afetando inclusive partes de você que antes eram saudáveis. Assim como nosso corpo físico, nosso corpo emocional é um organismo vivo, e a dor é um alerta de que algo não vai bem.

A boa notícia é de que existe sempre um médico extraordinário 24 horas por dia à sua disposição: você mesmo. Já o remédio às vezes pode parecer amargo no começo, não é qualquer um que aceita. Ele cura a dor, mas pode ferir um pouco o orgulho – Gratidão, por tudo o que aconteceu.

É preciso muita coragem para agradecer algo que um dia lhe causou dor e perdas. Isso porque incomoda nosso orgulho, a sensação de injustiça por abrirmos mão da postura de vítima. Agradecer esse passado é um ato de coragem, porque a partir desse momento, aceito com humildade o que aconteceu, sem julgar o porquê, se era justo ou não, se foi da forma como eu gostaria ou não. O apego aos sentimentos negativos como injustiça ou mágoa ferem e aprisionam exclusivamente a quem sente, não necessariamente os envolvidos no incidente.

Quando decidimos ter a coragem de agradecer todas as nossas experiências, sejam elas quais forem, abrimos nosso coração, e abandonamos essa falsa sensação de controle do mundo, pois aceitamos a experiência que a vida trouxe, trazendo a possibilidade de transformá-la num grande aprendizado e sabedoria de vida.

Não podemos controlar muitas coisas que a vida traz para nós, mas decidimos a todo momento o que extrair de cada experiência a favor do nosso crescimento e amadurecimento como um ser humano melhor.

Agradecer tudo o que passou pela sua vida é agradecer a si mesmo, pois todas essas experiências contribuíram para fazer de você, quem você é hoje. A coragem está presente para quem quer seguir em frente, e a gratidão é libertadora, porque ela sempre vem acompanhada do perdão e do amor.

Gratidão por todo o legado de vida que cada um tem construído até hoje, e vamos juntos edificar um futuro de muito amor, cada vez mais humano, cada vez melhor!

Yumi Hada

Comentários