Você sabia que suas mãos têm um poder de cura que tem sido usado durante séculos?

Mudras são posições das mãos usadas para influenciar a energia de seu corpo físico, emocional e espiritual.
Os mudras têm sido usados no Oriente há milhares de anos e foram praticadas por muitos líderes espirituais, incluindo Buda. Hoje, os mudras ainda são usados ​​em yoga e meditação.
Às vezes, podemos inconscientemente colocar nossas mãos em posições mudra sem sabê-lo, e outras vezes nós usamos para ajudar a canalizar e estimular a energia.

1 – Gyan Mudra (Mudra do Conhecimento)

A ponta do dedo indicador toca a ponta do polegar, enquanto os outros dedos permanecem retos.
Benefícios: Melhora o conhecimento, estimula a pituitária e glândulas endócrinas; aumenta a memória, ajuda a meditação, previne a insônia, e pode melhorar o humor e trazer clareza.
Prática: A qualquer momento, sentado, em pé ou deitado na cama.

2 –  Prithvi Mudra (Mudra da Terra)

A ponta do dedo anelar toca o polegar enquanto os outros dedos permanecem em linha reta para fora.
Benefícios: Reduz deficiências físicas e espirituais, pode aumentar a força da vida, pode ajudar a limpar a pele, e promover a funcionalidade do corpo.
Prática: A qualquer hora.

3 – Varuna Mudra (Mudra da Água)

A ponta do dedo mindinho toca o polegar enquanto os outros dedos permanecem em linha reta.
Benefícios: Ajuda a equilibrar a emoção, ajuda a reter água, ajuda a aliviar a prisão de ventre e cólicas, e também pode ajudar a regular os ciclos menstruais e condições hormonais.
Prática: 15 minutos três vezes por dia.

4 – Vayu Mudra (Mudra do Ar)

O polegar é colocado sobre o dedo indicador enquanto o resto dos dedos permanecem retos.
Benefícios: Ajuda a acalmar uma mente ansiosa, acalma a voz tensa, pode ajudar a diminuir o stress e ajuda a reduzir a impaciência e a indecisão.
Prática: 10 a 15 minutos, três vezes por dia.

05 – Shunya Mudra (Mudra do Vazio)

A ponta do polegar pressiona o dedo do meio para baixo, enquanto o resto dos dedos ficam para cima.
Benefícios: Reduz a fadiga, pode ser altamente eficaz para dores de ouvido, ajuda a restaurar a confiança, e aumenta a cognição mental.
Prática: 40-60 minutos por dia – para dor de ouvido, 4-5 minutos.

06 – Surya Mudra (Mudra do Sol)

Dobre o dedo anelar sob o polegar, enquanto o resto dos dedos permanecem em linha reta.
Benefícios: Ajuda a estimular a glândula tireoide, ajuda na perda de peso e reduz o apetite. Estimula a digestão, ajuda a aliviar a ansiedade e stress e ajuda a guiá-lo para o seu propósito.
Prática: 5 a 15 minutos, duas vezes por dia.

07 – Prana Mudra (Mudra da Vida)

O dedo anelar e mindinho dobram para alcançar o polegar, enquanto o indicador e o dedo médio permanecem apontados diretamente para cima.
Benefícios: Melhora a força da vida, ajuda a fortalecer a mente, corpo e espírito, ajuda nas tomadas de decisões, melhora a imunidade e motivação, ajuda a melhorar a visão e reduz a fadiga.
Prática: A qualquer hora.

08 – Apana Mudra (Mudra da digestão)

O dedo médio e anelar são dobradas sob o polegar enquanto o mindinho e o dedo indicador ficam voltados para cima.
Benefícios: Ajuda a regular o sistema excretor, ajuda a desintoxicar e estimular os movimentos intestinais; alivia a prisão de ventre e hemorroidas.
Prática: 45 minutos por dia

09 – Apana Vayu Mudra (Mudra do coração)

O dedo indicador dobra-se para tocar a base do polegar, enquanto a curva do dedo médio e anelar tocam a ponta do polegar. O dedo mindinho permanece esticado.
Benefícios: Estimula a cura do coração, ajuda a proteger fisicamente o coração, e também pode ajudar a reduzir gases e azia.
Prática: 15 minutos, duas vezes por dia.

10 – Linga Mudra (Mudra de calor)

Entrelace os dedos das duas mãos, mas mantenha o polegar da mão esquerda apontando para cima. Leve o polegar direito a envolver o polegar esquerdo para que ele toque o dedo indicador da mão direita.
Benefícios: ajuda a estimular calor no corpo, ajuda a reduzir o catarro e congestão nasal; é bom para fortalecer os pulmões e ajuda a revigorar e equilibrar o corpo.
Prática: A qualquer momento, porém sem excessos.

 

Fonte: WakingTimes

 

Comentários