Atualmente muitas pessoas estão se questionando sobre as escolhas que fizeram até o momento e sentindo uma incerteza enorme quanto ao caminho que estão trilhando.
Talvez estejam sentindo também uma necessidade inexplicável de mudança em si mesmas. Uma sensação de “falta de sentido em relação ao que andam realizando em suas vidas.

Por que isso está acontecendo?
Por que estamos revendo conceitos, atitudes e nos sentindo impulsionados a efetuarmos algumas mudanças?

Quando o ano de 2016 se iniciou, muito se foi dito de que este seria o ano da verdade. O ano em que tudo ficaria em evidência. Até mesmo o que fosse ruim ficaria em evidência a fim de que se pudesse corrigir e transformar em algo bom.

Dons e potenciais individuais também ficariam latentes, prontos para se manifestarem e nos ajudarem a nos colocarmos no mundo com alegria, satisfação, contribuindo efetivamente com o meio em que vivemos, utilizando com maestria aquilo que sabemos fazer de melhor!

Este é o ano em que nada poderá ser escondido. A verdade chamará tudo e a todos a se apresentarem.

Com isso, é natural que venha surgindo uma sensação de insegurança, já que não conseguimos entender o porquê estamos nos sentindo diferentes.
Mas então por que não aceitamos o convite para essa transformação pessoal ou para a possibilidade de definirmos um caminho diferente daquele que foi escolhido anteriormente?

Podemos nos questionar se ainda dá tempo, se o tempo de mudar já passou ou se conseguiremos ter sucesso nessa nova empreitada, mas pensar no que pode acontecer no futuro não nos trará a resposta para aquilo que devemos escolher no presente.

O que podemos fazer é decidir o que vamos viver hoje, assumindo os riscos, confiando em nossa intuição, naquela voz interior que vive nos chamando para conversar e que, muitas vezes, acabamos ignorando.
Está na hora de ouvirmos mais essa voz que vem do coração, que nos chama a atenção para aquilo que realmente importa e dá sentido para as nossas vidas.

Somos livres e temos todo o tempo a nossa disposição.

É possível efetuar mudanças no caminho gradativamente, com um passo de cada vez, perseverança e acreditando em nosso poder pessoal.

A vida é feita de muitas histórias. Não precisamos nos ater a apenas uma.

Por que não darmos início a uma nova aventura a partir de agora?

Sejamos muito felizes!

Karol Peixoto

Comentários