A árvore 

Criança, a árvore merece
A nossa estima sincera
Dá frutos doces no outono
E flores na primavera

Nunca maltrates uma árvore
A quem tudo nós devemos
Desde a madeira da porta
Ao lápis com que escrevemos

Na sombra da árvore amiga
Pensa bem no teu destino
Pois dela foi feito
O teu berço pequenino

 Raul Aroeira Serrano

Cresce a cada dia o número de pessoas que se propõem a comprovar os benefícios obtidos no abraço a uma árvore.

A necessidade de relaxamento, força e vitalidade são os principais motivos que levam a busca por esse contato.

E a explicação para essa necessidade não está associada somente a crenças. Alguns cientistas já comprovaram que abraçar uma árvore faz bem à saúde!

Os benefícios terapêuticos que a natureza nos concede gratuitamente também foram reconhecidos cientificamente em 1927, quando surgiu a Arboterapia ou Silvoterapia, metodologia terapêutica que se utilizava dos recursos naturais para propor tratamentos para a melhora da saúde física/mental/emocional. E, desde então, tornou-se frequente orientar os pacientes que sofriam de pneumonia, bronquite, asma, hipertensão arterial e insônia a andar por um certo tempo no meio da mata ou um lugar bem arborizado para que pudessem recuperar gradativamente a sua capacidade respiratória e o relaxamento necessário para estabilizar as emoções e o funcionamento saudável do corpo.

Sabia-se que o ar dos bosques continha quantidades significativas de íons negativos de oxigênio, o que ajudava a estimular e harmonizar os processos da vida, tanto mental quanto emocional.

Além disso, foi comprovado que as árvores possuem uma energia própria e emitem vibrações a todo momento, as quais estão em harmonia e em equilíbrio com toda a força da natureza.

Então, por que não aproveitarmos essa energia límpida para recuperarmos o nosso bem-estar?

Há um estudo muito interessante publicado no livro de Matthew Silverstone, chamado “Protegido pela Ciência”, no qual ele demonstra através de sua pesquisa a existência de benefícios reais a saúde através do contato com as árvores e com a natureza, como por exemplo: o combate a doenças mentais, hiperatividade, transtorno de déficit de atenção, depressão, dores de cabeça, etc.

Nesse mesmo livro, Matthew também apresenta dados que comprovam melhoras cognitivas e emocionais em crianças.

Mas para aplicar a teoria à prática, vamos nos utilizar de algumas sugestões dadas por alguns estudiosos no assunto, sobre como devemos captar a energia das árvores. Seguem alguns passos:

  • Caminhar tranquilamente entre as árvores e observar uma árvore que lhe chame a atenção;
  • Aproximar-se dela, tocando e a abraçando com os olhos fechados, tentando captar sua energia sem racionalizar, apenas reservando esse momento para sentir sua vibração;
  • Permanecer por todo tempo necessário até que se consiga esvaziar os pensamentos e tensões, não esquecendo de oferecer também muito amor para este ser que nos acolhe amorosamente;
  • Pedir um conselho, escutar, agradecer e se despedir-se após o contato.

O Feng Shui, técnica chinesa de harmonização de ambientes, também oferece várias dicas sobre como energizar a nossa casa aproveitando as energias próprias de cada tipo de planta. Vejam abaixo:

  • Flores brancas: estimulam as relações de paz;
  • Rosas: promovem amorosidade;
  • Plantas que crescem na água (lírios, samambaias e jiboias): são estimulantes para o crescimento na área do trabalho;
  • Bromélias: promovem a prosperidade, principalmente as vermelhas;
  • Bambueiros: promovem sorte, sucesso e prosperidade;
  • Sálvias: estimulam o intelecto;
  • Alecrim: auxilia na manutenção da saúde;
  • Alfazema: tem a função de limpeza e proteção do lar;
  • Violetas: excelentes para equilibrar as energias de todos os moradores da casa.

Diante de tantos benefícios oferecidos pelas árvores e pela natureza, que possamos estar mais em contato com toda essa riqueza energética.

A natureza é composta por seres capazes de transformar a nossa energia interior.

Nesse contato amoroso, teremos a oportunidade de nos reconciliarmos com todo o Universo, de nos unificarmos com o Todo e seu perfeito equilíbrio.

Sejamos felizes!

Um abraço carinhoso!

Karol Peixoto