Como sabemos, a função de um farol é orientar os navios durante à noite, ele é aquele que  ilumina, dirige, lidera ou guia. Nossos pais são os nossos primeiros faróis a nos guiar e ao caminharmos com a vida, encontramos outros faróis que atrairão o nosso foco. O farol têm uma única função, fazer brilhar a luz. O propósito da luz muitas vezes varia. Às vezes é uma advertência, às vezes está lá para chamar a atenção e às vezes está lá  para nos guiar.

O sentido que proponho dar para o farol aqui é aquele que nos guia. Tenho muitos exemplos que me guiaram durante a vida. Pessoas que educaram-me, que me deu bons exemplos, que me ensinaram como tratar o próximo, que me auxiliou sem medir esforços e que não  pediram nada em troca.

Ao sair de casa experimente fazer a sua luz brilhar para os que estão a sua volta da seguinte forma:

1 – Sorria mais, quando sorrimos contagiamos quem está a nossa volta.

2 – Mantenha uma atitude positiva, pois quando somos positivos atraímos e emanamos positividade.

3 –  Se estiver no transporte público se ofereça para segurar a bolsa ou a mochila de quem estiver de pé. Ofereça o lugar o qual está sentado para os mais velhos e às crianças, pois ao fazer isto, você será um farol para quem está em volta.

4 – Perante as dificuldades não potencialize o problema, potencialize as soluções. Sempre as soluções!

5 – Não peça nada de graça e retribua quando receber

6 – Evite as brigas, procure  sempre dialogar ou conversar.

7 –  Troque os sentimentos de inveja pelos de admiração.

8 – Fique isento de qualquer tipo de preconceito.

9 – Valorize mais às pessoas do que as coisas.

Quando a sua luz ajudar os navios a entrar no porto, você sentirá a sua alma feliz, mas esta felicidade será uma felicidade silenciosa, pois à função do farol é emitir luz sem contar ou demonstrar a sua felicidade para ninguém. Inspirem-se em ancorar o seu farol em um rochedo de sabedoria e realizem a manutenção da pureza por vocês exibida. Eu garanto que a sua luz atrairá mais luz para você, pois semelhante atrai semelhante.

“Entendam que o farol não é preventivo, não discrimina, não faz evangelização, não doutrina. Simplesmente brilha!” – O autor é um farol que não quer se identificar, apenas fazer brilhar sua luz.

Paz Profunda a todos.

O Manú.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorOnde está a resposta?
Próximo artigoVocê já sorriu hoje?
Filosofia do Bem
A Filosofia Do Bem surgiu com uma inspiração. A inspiração de levar o bem para as pessoas, de acrescentar algo de bom na vida das pessoas, de despertar para algo maior na vida, de dar um sentido maior a vida, independentemente de religião ou credo.

Comentários