Quando dizem que o passado já passou, que ele não existe mais, isso é uma verdade. Mas será que mesmo ele não existindo mais não podemos fazer nada para mudá-lo?

Vamos olhar por um outro lado. Essa verdade de que o passado já não existe mais pode ser uma verdade não tão absoluta assim. Digo isso porque podemos até não vê-lo, mas podemos sentí-lo, podemos vivenciá-lo em nossa mente, trazê-lo de volta em nossas memórias.

E isso é maravilhoso quando nos lembramos de momentos importantes e valiosos que ocorreram em nossas vidas. Já não se torna tão maravilhoso quando temos o outro lado da moeda como por exemplo momentos não tão bons de nossa vidas.

O passado existiu e ainda existe dentro de nós, porque foi através de coisas do passado, crenças, ideais, motivações ou limitações que somos quem somos hoje, nos tornamos no que somos hoje.

Sendo assim vamos tentar dividir o passado em duas partes. Falando como uma suposição, uma ilustração ao nosso texto.

  • Passado – passado.
  • Passado – presente.

Vamos falar um pouco primeiramente do Passado – passado.

O que seria o Passado – passado?

É aquele passado que realmente já se foi. Já aconteceu. Ninguém consegue ter acesso a ele. Isso acontece com algumas situações que não tem mais jeito, já ocorreu e não tem mais como ser alterado. Uma situação ocorrida, uma palavra dita, um pensamento emitido para o universo. Aquelas situações que ocorreram que ninguém mais se lembra, nem você mesmo, e que não ficou registrada em nenhum lugar, nem mesmo em sua memória.

Este tipo de passado é interessante porque não pode ser mudado, não pode ser alterado, não tem como ser acessado. Digo interessante e até mesmo intrigante porque como uma coisa pode ter acontecido de verdade, ter existido de verdade e já não existir mais.

Para este tipo de passado a frase: O passado já passou! Faz muito sentido e é verdadeira.

Vamos falar agora do Passado – presente.

O que seria este Passado – presente?

É aquele passado que ainda existe dentro de nós, são memórias, conhecimentos, crenças, aprendizados, sentimentos, enfim, tudo aquilo que aconteceu em nosso passado que ainda vive dentro de cada um de nós.

Aprendemos a andar e até hoje andamos naturalmente, aprendemos a falar e hoje falamos naturalmente, aprendemos a amar, a gostar, a não gostar e isso faz parte naturalmente de nossa vida como se sempre estivesse ali.

Esse passado é interessante porque neste nós temos o poder de mudar. 

Como assim podemos mudar o passado?

Sim, podemos sim mudar o passado, este passado que ainda existe dentro de nós.

É maravilhoso poder saber disso porque, muitas vezes somos sempre orientados a deixar as coisas do passado no passado, porém, se houveram situações desagradáveis no passado que não foram bem resolvidas ou definidas, uma hora ou outra elas retornarão em nossas vidas para que a gente possa resolvê-las. E se não são resolvidas, são apenas deixadas ou esquecidas elas retornarão novamente mais pra frente.

E quando isso acontece nos sentimos presos ao passado, presos a situações, a decisões que foram tomadas no passado. E que por não sabermos que podemos mudar o passado continuamos sofrendo e deixando de levar uma vida de liberdade plena.

Este tipo de passado não pode ser revivido mas pode ser alterado, reinventado. Já que ele não existe mais. 

O título do artigo é: Viva a liberdade plena resolvendo os erros do passado no passado.

Como fazer isso?

Se existem situações do passado em sua vida que não estão bem resolvidas e ainda incomodam você, está na hora de acessar esse Passado – presente que ainda existe em você e alterá-lo.

Para fazer isso primeiro coloque-se na posição de mestre de si mesmo. Ou seja, tome as rédeas de sua vida em suas mãos. Seja o responsável pelas atitudes que tomou no passado em sua vida.

Depois livre-se da culpa, do sentimento de culpa de ter tomado determinada decisão. Aquela decisão foi a melhor que pôde ter no momento. Se foi certa ou se foi errada somente você pode ter esta afirmação. E certa ou errada, ela já foi tomada e isso não pode ser alterado.

O que pode ser alterado neste caso é o sentimento que carrega pela decisão tomada.

Se esta decisão se tornou um fardo em sua vida já é hora de isso ser resolvido e deixar de ser um fardo no seu presente para que isso não seja levado para o futuro.

Se tiver que pedir desculpas, peça!

Se tiver que perdoar, perdôe!

Se tiver que libertar alguém, liberte!

Se tiver que amar, ame!

Se tiver que aceitar, aceite!

Se tiver que valorizar, valorize!

Se tiver que deixar de carregar algo ou alguém, solte!

Se ame!

Se perdoe!

Se aceite!

Se valorize!

Liberdade – Presente – Futuro

Somos seres livres, tanto que temos o livre arbítrio para tomar as nossas próprias decisões, os nossos próprios rumos e assim direcionarmos o nosso futuro, sem fardos, sem pesos. Livres, leves e felizes.

Após a sua relação com a situação do passado ser resolvida no passado, deixe o passado no passado e siga em frente. Novamente tomando as rédeas de sua vida em suas mãos e pensando e se preparando agora para o Presente – futuro.

  • O que você está sendo preparado no seu presente para o seu futuro?
  • O que você está agregando do seu passado ao seu presente para ser levado para o seu futuro?
  • O que você vai querer que seja Passado – presente no seu futuro?

Compartilhe este artigo com seus amigos e com certeza estará agregando mais amor e positividade a todos que conhece. Clique no botão “curtir” e compartilhe. Vamos juntos fortalecer o presente para que o futuro seja brilhante!

Bençãos de luz.
Paulo Oliveira

Comentários

1 COMENTÁRIO