O que você vê além das paredes? Esta parece a princípio uma pergunta meio estranha. Mas é isso mesmo.

Vamos imaginar assim: Você e alguns amigos, a quantidade não importa, estão sentados em uma sala, pode ser em círculo ou enfileirados, isso também não importa, abuse de sua imaginação.

Estão todos conversando entre si e o assunto está bem interessante, todos riem, contam causos e de repente um de seus amigos faz a seguinte pergunta: O que você pode ver que existe além da parede?

Em meio ao silêncio diante da pergunta, vieram as respostas de cada um.

Aquele que estava sentado tendo a visão da janela disse que além daquela parede havia o jardim da casa, mais adiante o portão, mais adiante a rua e do outro lado da rua uma outra casa.

Outros dois amigos que estavam voltados para a mesma parede que separava a sala da cozinha, deram respostas diferentes. Um disse que além daquela parede havia a cozinha da casa. E o outro que além daquela parede havia um outro amigo que estava preparando o lanche para depois do encontro.

E assim por diante, cada um foi dando sua resposta de acordo com o que imaginava que existisse além da parede que estava à sua frente.

Mas por que será que dois dos seus amigos, mesmo estando voltados para a mesma parede, no caso a parede que separava a sala da cozinha, deram respostas diferentes?

Essa pequena experiência de visualização serve para ilustrar um fato muito interessante que ocorre em nossa vida, e muitas vezes não conseguimos compreender ou até mesmo aceitar.

O fato de que mesmo duas pessoas estando vivendo uma mesma situação na vida, a visão delas sobre aquela determinada situação nunca será a mesma. Ou seja, atrás daquela parede (situação) sempre existirá uma resposta diferente.

Isso acontece porque cada pessoa de acordo com sua história de vida, de acordo com a bagagem que trás de sua experiência nesta vida, tem a capacidade de enxergar de maneiras diferentes, seja o motivo, a razão ou a solução para aquela situação que está ocorrendo.

Cada pessoa consegue também incrivelmente criar e visualizar e, muitas das vezes até manifestar através do poder da mente, uma situação que esteja ocorrendo além daquela parede.

E você, o que vê além das paredes de seu quarto, de sua casa, de seu trabalho, da sua vida?

Qual a realidade que existe lá, escondido do outro lado daquela parede?

O que acontece ao nosso redor é incrivelmente reflexo do que acontece em nosso interior. O que acontece em nossa vida é resultado de tudo aquilo que pensamos constantemente, de tudo aquilo que visualizamos, de tudo aquilo que idealizamos para nossa vida.

Voltando à experiência da sala com seus amigos. Será que você conseguiria identificar o que existe hoje em sua vida, onde você está, o que você conquistou, que seja o resultado do que você, no passado, idealizou que existisse além das “paredes” do seu quarto?

Pois é. Sei que tudo isso parece meio confuso, mas este exercício serve para pararmos e analizarmos os rumos de nossa vida e nos sentirmos gratos por termos chegado aonde estamos, termos conquistado o que conquistamos. Seja nossa família, amigos, trabalho, casa ou outros objetivos.

Certa vez ouvi uma frase bem interessante que se encaixa perfeitamente neste artigo. Dizia assim: Se você quer saber como será seu futuro, basta se atentar para seus pensamentos, seus atos e suas atitudes hoje, pois eles serão a base para a formação de seu futuro.

Que tal você tentar este exercício, parar e se perguntar o que existe além das “paredes” que estão à sua frente.

Está curioso para descobrir o que te espera? Então esteja preparado para descobrir que o que existe e o que sempre existirá é o que você verdadeiramente acreditar e sentir que existe!

O Bem maior sempre existirá e estará lá se o seu coração lá estiver.

E lembre-se de clicar no botão “curtir” se você gostou deste artigo e quer incentivar seus amigos a verem e viverem o Bem que existe além das “paredes”.

Minha eterna gratidão e bençãos de luz.
Paulo Oliveira